• hikafigueiredo

"O Lobo do Deserto", de Naji Abu Nowar, 2016

Filme do dia (204/2016) - "O Lobo do Deserto", de Naji Abu Nowar, 2016 - Jordânia, 1916. No meio do deserto da Arábia, Theeb vive com seu irmão Hussein em uma tribo de beduínos. A chegada de um visitante inglês fará com que Hussein precise sair como guia em uma jornada. Mas Theeb não se contenta em aguardar o retorno do irmão e foge da tribo para segui-lo. O caminho, no entanto, é perigoso para todos os viajantes.





O filme, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, retrata um pouco da realidade das tribos beduínas que vivem no deserto e lutam entre si numa verdadeira terra de ninguém. Mas o cerne da obra, na realidade, encontra-se nas concepções de fidelidade, gratidão e traição. A história ainda foca no amadurecimento do personagem Theeb, que, ao longo de sua jornada, terá de abandonar seu olhar de menino e tornar-se, rapidamente, um adulto. O filme é bom, mas o ritmo excessivamente lento acabou me dando um sono danado. Além disso, a obra dá pistas do desenlace, o que quebrou um pouco qualquer surpresa no final. Visualmente é uma obra belíssima, com inúmeros planos abertos do deserto, com lindas paisagens. O garoto que faz Theeb é ótimo, tem um olhar muito expressivo. Não acho que todo mundo que assistir a esse filme vai gostar, mas a obra tem méritos e vale a pena dar uma chance a ela.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo