"O Senhor das Moscas", de Harry Hook, 1990

Filme do dia (131/2015) - "O Senhor das Moscas", de Harry Hook, 1990 - Um grupo de estudantes de uma escola militar sofre um acidente de avião e vai parar em uma ilha deserta no Pacífico. Lá, os meninos precisam se organizar para sobreviverem até o possível resgate. Dois jovens, Ralph e Jack, surgem como líderes do grupo, mas não concordarão entre si no rumo que deverão seguir suas ações.





Baseado no livro de William Golding, a história é uma alegoria acerca da natureza humana, mostrando como, num ambiente hostil e sem regras, o ser humano tende à barbárie. Na realidade, eu diria que a história é assustadora, pois, paulatinamente, a violência e a selvageria toma conta de (quase) todos os integrantes do grupo, inexistindo espaço para moralidade, consciência, justiça e empatia. Sem regras minimamente estabelecidas, toda a educação e disciplina que os meninos tinham caem por terra, tornando-os verdadeiros assassinos. O roteiro é fantástico, vale muito a pena. A atuação do jovem elenco também é muito boa, com destaque para Balthazar Getty, como Ralph, e Chris Furr, como Jack. Tecnicamente, o filme é todo correto, mas sem destaque para alguma área específica. Filme ótimo para ser usado em sala de aula para a discussão de um sem número de temas, aconselho para qualquer tipo de público.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo