• hikafigueiredo

"Os Cavaleiros Brancos", de Joachim Lafosse, 2015

Filme do dia (176/2017) - "Os Cavaleiros Brancos", de Joachim Lafosse, 2015 - Em meio à África, em uma região em plena guerra civil, um grupo de pessoas, liderado por Jacques Arnault (Vincent Lindon), sob o argumento de pertencer a uma ONG com fins humanitários, resgata crianças órfãs para levá-las para a França para serem adotadas por casais locais. Mas inúmeros contratempos poderão impedir a missão.





Filme interessantíssimo que levanta uma questão, sem oferecer uma resposta "correta" ou, ainda, sem ditames morais: o que diferencia uma ação humanitária para a infância de um tráfico de crianças? Usando métodos escusos, procedimentos pouco transparentes, encobrindo verdades e, até, mentindo deliberadamente, Arnault tem intenções louváveis (ou não?)de , mas que pouco ou nada incluem a população do local onde estão. À parte as questões éticas, a missão ainda enfrenta toda sorte de problematizações, desde desavenças internas ao grupo, até o interesse pessoal dos chefes de aldeia e a desconfiança do exército daquele país. O ritmo da narrativa é um pouco lento, mas constante, e consegue imprimir uma tensão crescente, bem como um questionamento acerca da missão em si. O desfecho é daqueles que geram certa apreensão e pode não agradar todo mundo por não ser, digamos, "definitivo". O filme, tecnicamente, é padrãozão, sem grande virtuosismo. Destaque para as atuações do sempre ótimo Vincent Lindon, de Reda Kateb como Xavier e Valérie Donzelli como a jornalista Françoise. A obra é ótima e abre discussão beeeem bacana sobre ética e "boas intenções". recomendo bastante.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo