• hikafigueiredo

"Tabu", de Miguel Gomes, 2012

Filme do dia (149/2017) - "Tabu", de Miguel Gomes, 2012 - Aurora (Laura Soveral) é uma senhora idosa, solitária, que não recebe atenção de sua filha que mora no exterior. Preocupa-se com ela, Pilar (Teresa Madruga), sua vizinha, uma ativista pelos direitos humanos. Muito doente, Aurora pede para Pilar localizar um homem de nome Ventura, o qual, ao ser encontrado, revelará segredos do passado de Aurora.





A obra, uma produção portuguesa, é dividida em duas partes. Na primeira, encontramos a personagem principal no final da sua vida, numa realidade incômoda, solitária e infeliz. Já na segunda, voltamos no tempo através da narrativa do personagem Ventura e encontramos Aurora jovem, vivendo uma realidade idílica e uma paixão proibida. O tratamento visual dado às duas partes é completamente diferente e é responsável por grande parte do charme da obra - a segunda parte, referente às memórias de Ventura, é constituída por uma fotografia P&B granulada, sem muita definição, e a quase ausência de sons - com exceção da narração em off do personagem - nos remete, imediatamente, aos filmes dos primórdios do cinema. O filme é interessante, gostei e recomendo (e me dei conta de que não conheço naaaaaada de cinema português!!!).

0 visualização0 comentário