• hikafigueiredo

"Viagem a Darjeeling", de Wes Anderson, 2007

Filme do dia (178/2015) - "Viagem a Darjeeling", de Wes Anderson, 2007 - Francis (Owen Wilson), Peter (Adrien Brody) e Jack (Jason Schwartzman) são três irmãos que não se falam há um ano, desde o falecimento de seu pai. Sob incentivo de Francis, os três viajam para a Índia numa jornada de auto-conhecimento, reaproximação e estreitamento dos laços fraternos. No entanto, rapidamente a viagem sai de controle.





Também nessa obra, encontramos os preceitos tradicionais de estilo de Wes Anderson. Visualmente belo, direção de arte bem trabalhada e muito detalhada, simetria, muita cor, personagens excêntricos, complicados, disfuncionais, roteiro linear mas tomado pelo bizarro - tudo isso em um "road movie" à indiana - no lugar de automóveis temos trens, ônibus, tuc-tucs, mobiletes. A busca dos personagens é fragmentada, cheia de idas e vindas e intercorrências. O roteiro é super amarrado e adorável, aproximando-se bastante de "O Grande Hotel Budapeste" e "Moonrise Kingdon" no clima do filme. Aliás, Wes Anderson é mestre em fazer filmes com uma atmosfera otimista e alegrinha, onde você fica com sorriso bobo no rosto quando acaba - o que acontece também em "Viagem a Darjeeling". Mais uma vez, o diretor trabalha com Wilson, Schwartzan, Angelica Houston e Bill Murray (que faz uma micro ponta só para não perder o hábito), todos ótimos em seus papéis (destaco a interpretação de Jason Schwartzman, cujo personagem é o oposto absoluto do insuportável Max Fischer de "Três é Demais", também do diretor). A fotografia, auxiliada pela direção de arte esplendorosa, é excepcional - gosto muito do trabalho visual de Wes Anderson. A trilha sonora chamou a minha atenção, muito boa. Queria poder falar sobre a última cena do filme, mas seria um spoiler-monstro, então vou ficar só na vontade. Olha, adorei, recomendo muito

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo