• hikafigueiredo

"Vida", de Daniel Espinosa, 2017

Filme do dia (229/2017) - "Vida", de Daniel Espinosa, 2017 - Uma equipe de astronautas tem a missão de resgatar uma sonda enviada a marte com o objetivo de recolher amostras de solo. A sonda é recuperada e as amostras começam a ser analisadas pelo cientista da equipe, o qual encontra uma única célula de origem biológica no material. Retirar a célula de seu estado de hibernação vai se mostrar um grande equívoco.





Eu diria que o filme é o resultado de um cruzamento de "Gravidade" com "Alien, O Oitavo Passageiro", tendendo um pouco mais para o segundo. O clima geral é de agonia e claustrofobia, sendo eficiente na missão de criar tensão no espectador. Diria que a mensagem do filme é "não mexa com quem está quieto" rs. Não é uma obra profunda, com grandes questionamentos - não, é puro entretenimento mesmo e cumpre sua função perfeitamente. O forte do filme são os efeitos especiais, caprichadíssimos. Tecnicamente, o filme é redondinho, mas sem destaques excepcionais. Apesar de amar o Jake Gyllenhaal, acho que ele ficou meio deslocado no papel - sei lá, acho que o ator combina mais com personagens mais profundos, trabalhados, seu personagem é meio... raso, fácil, bem aquém da capacidade do ator (mas ele continua lindo!!! ). No elenco, ainda, Ryan Reynolds (para ele, o personagem é suficiente... rs), Rebecca Ferguson, Hiroyuki Sanada, Ariyon Bakare e Olga Dihovichnaya. O filme é agradável, cumpre bem o papel de divertir e vai agradar tanto quem gosta de ficção científica quanto quem curte um filme de suspense. Recomendo para quem gosta destes gêneros.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo